Madre de Deus: Ex-funcionários de limpeza urbana cobram rescisão e aguardam há 13 dias

Ex-funcionários da empresa terceirizada que esteve responsável pela limpeza urbana em Madre de Deus cobraram nesta sexta-feira (29) por cerca de 25 dias de serviço e direitos trabalhistas que não foram pagos pela CM Empreendimentos Administrativos Eireli.

Os profissionais estiveram nesta manhã em frente à sede da antiga empresa para cobrar os benefícios trabalhistas.

Os ex-funcionários disseram ao Bahia Manchetes que um dos responsáveis pela empresa informou que a previsão é de que na próxima semana os pagamentos sejam efetuados para aproximadamente 102 pessoas que prestavam serviço a CM.

A empresa suspendeu as atividades há 13 dias e tinha um contrato com o município até março. A prefeitura cancelou o contrato e fez outro de forma emergencial com a nova empresa. No período que haviam duas empresas nas ruas, moradores se queixavam da falta de qualidade nos serviços de limpeza urban. Com a saída da CM, o atraso na coleta e ruas sem varrição ainda são motivos de reclamações.

Publicidade

3 Comentários

  1. Acredito que diante do que estamos passeando com a pandemia o nosso prefeito está recorrendo a toda istancla para ver um povo feliz.

  2. Tudo isso vai passar é só seguirmos os cuidados necessários para termos um bom resultado.Vamos nos ajudamos,quem sabe faz agora e não deixa acontecer.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*