Mais um suspeito envolvido na morte de policial federal é morto em confronto

Um dos principais suspeitos no caso do assassinato do policial federal Lucas Caribé, ocorrido durante a Operação Fauda no bairro de Valéria, Salvador, na madrugada de 15 de setembro, foi morto em um confronto com equipes da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) da Polícia Civil da Bahia.

O indivíduo, conhecido como “Cabelo,” era um dos principais alvos da facção criminosa “BDM.” Alexsandro dos Santos Santana, 33 anos, estava mantendo sua companheira em cativeiro em Catu, a cerca de 100km de Salvador, desde o incidente que resultou na morte do policial federal.

Durante a abordagem, o suspeito entrou em confronto com as equipes e acabou ferido. Ele foi levado para um centro médico, mas não sobreviveu. Com “Cabelo,” foi apreendido um revólver, aproximadamente um quilo de cocaína fracionada em porções e uma balança de precisão.

O diretor do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), delegado José Bezerra Júnior, revelou que o criminoso já tinha uma condenação por homicídio relacionada a um caso ocorrido em 2016, no município de Ouriçangas. Além disso, as investigações apontaram que, no dia do confronto que resultou na morte de Lucas Caribé, o suspeito não apenas participou do ataque aos policiais, mas também prestou socorro aos seus comparsas feridos.

O diretor do Denarc destacou que estão em andamento ações coordenadas com outros departamentos operativos da Polícia Civil e colaboração com a Polícia Federal para identificar e capturar todos os responsáveis pelo crime, bem como outros envolvidos no tráfico de drogas.

Siga o Madre sem Média  no Insta, Facebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 98750 – 7370. Nos insira nos seus grupos!

Sobre madresemmedia 2507 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*