Famílias deixam o bairro do Alto das Pombas, após mortes e ações com reféns

Famílias que moram no bairro do Alto das Pombas, em Salvador, resolveram deixaram suas casas nesta segunda-feira (4), após um dia de pânico na comunidade. Além de uma intensa troca de tiros, mortes e ações deixaram a população assustada.

A movimentação de homens armados no bairro começou desde a noite do último domingo (3). Ao longo da segunda (4), cinco suspeitos foram mortos em confronto com policias, três foram presos e armas foram apreendidas.

O comércio no local ficou fechado durante todo o dia e as aulas foram suspensas na Universidade Federal da Bahia (Ufba), que têm campi na Federação, Canela, São Lázaro e Ondina, regiões próximas ao Alto das Pombas e Calabar.

Durante a manhã, sete pessoas foram feitas reféns em duas ações simultâneas no Alto das Pombas. Durante a tarde, a situação se repetiu em uma localidade que fica na divisa entre o Alto das Pombas e o Calabar. Dez pessoas foram feitas reféns, entre elas uma idosa e uma criança de três anos. Nos dois casos, os reféns foram liberados e ninguém ficou ferido.

Siga o Madre sem Média  no Insta, Facebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 98750 – 7370. Nos insira nos seus grupos!

Sobre madresemmedia 2506 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*