Devotos fazem festa de instalação da imagem de Iemanjá na Marezinha

A celebração aconteceu em frente à sede da Colônia de Pescadores Z- 48, de onde surgiu para Paramaná, Maria Guarda e Ilhas das Vacas.

Com fé e oferendas devotos participam da festa de Iemanjá no Cais da Marezinha, em Madre de Deus, na manhã deste sábado (8), dia que é comemorado a Padroeira da Bahia, Nossa Senhora da Conceição.
Pescadores, moradores, políticos e devotos se reuniram no local para homenagear a “Rainha do Mar”, com orações e agradecimento pelo que acreditam ser bênçãos pela aquela que é considerada pelos fiéis mãe das águas e protetora dos pescadores.

Dezenas de pessoas participaram da cerimônia que começou ás 10h, em frente à colônia de pescadores Z-48. Do local, saíram embarcações decoradas com a imagem da santa, em uma procissão pelo mar com destino a Paramana (Ilha dos Frades).
De lá, o cortejo voltou por Maria Guarda e Ilhas das Vacas, fazendo o retorno até o cais da Marezinha (Madre de Deus), onde os fiéis colocaram a imagem de Iemanjá. No total, o cortejo marítimo percorreu quase 10 km, pelo mar. Muitos fogos foram lançados durante a procissão para celebrar à rainha das águas. Mais de 20 embarcações participaram do ato religioso.

Um sonho que se materializou

Para o idealizador de colocar a estátua no cais da Marezinha, o advogado Watson Santos, foi um sonho que se concretizou.

— “Graças a Deus, hoje concretizamos esse sonho, essa missão que me foi dada, e junto com a comunidade vimos que precisava. Todos os cais nas ilhas vizinhas existem uma imagem de Iemanjá para abençoar a pesca e os pescadores. Como rainha das águas, ela tem esse poder de ajudar os pescadores. Eu quando não sou advogado, sou pescador também, eu acho que faltava aqui e junto com todos os pescadores e com a comunidade, conseguimos realizar o sonho de instalar a imagem de Iemanjá no cais da Marezinha”, comemorou.

Ainda segundo Watson, no dia 02 de fevereiro de 2019, a comunidade da Marezinha vai comemorar a tradicional festa de Iemanjá, pelo primeiro ano com a imagem instalado no cais, com entrega de presentes e flores. Em seguida o cortejo marítimo passará pelas ilhas de Paramana e Maria Guarda.

Para o pescador Claudio Silva, de 50 anos, ter a imagem da mãe das águas e protetora dos pescadores é importante para celebrar a fé e o amor, além de ser um privilégio, é uma proteção a mais.
— “Em toda colônia de pescadores de todos os lugares tem uma imagem de Iemanjá que é a nossa protetora, só aqui que não tinha, hoje é um privilégio para a gente é uma proteção a mais”, afirmou.

— “A instalação da imagem mostra a força de organização e é com certeza um enriquecimento para a nossa cultura. Parabéns pela iniciativa e pela ideia. Foi uma festa muito bonita! ”, disse o vice-prefeito Jailton polícia que participou da celebração.

Fotos:

 

Publicidade

1 Comentário

  1. Gostaria de agradecer e parabenizar o Madre sem Média pela cobertura do evento com muita imparcialidade e profissionalismo, assim como um bom repórter deve conduzir sua profissão, parabéns.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*