Traficante tenta impor taxa em Valéria para acesso a correspondências dos moradores às suas casas

Um dos traficantes detidos neste sábado, 13, em Pojuca, após alerta do Sistema de Reconhecimento Facial, é integrante de uma facção e tentou instalar uma taxa no bairro de Valéria para os moradores terem acesso às próprias correspondências.


Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, moradores da região denominada B13 teriam de pagar uma taxa ao criminoso para poder abrir as cartas que chegavam na Associação de Moradores de Valéria.


O traficante, envolvido também com assassinatos, era investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e acabou detido por guarnições da 32ª CIPM. A ordem judicial para captura foi expedida pela Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa de Salvador.


Ele foi submetidos a exames no Departamento de Polícia Técnica (DPT) e está à disposição da Justiça para ser encaminhado ao sistema prisional. O secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner, afirmou que a Bahia é referência na América do Sul na utilização eficiente do Reconhecimento Facial.


“São 230 foragidos da Justiça por homicídio, tráfico, roubo, estupro, violência contra a mulher, estelionato, entre outros crimes capturados apenas em 2023. Entre eles, temos alvos de grande periculosidade”.


Ele anunciou ainda que a tecnologia está em expansão para 79 cidades da RMS e do interior. “São 650 milhões de reais empregados pelo Governo do Estado”.

Siga o Madre sem Média  no Insta, Facebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 98750 – 7370. Nos insira nos seus grupos!

Sobre madresemmedia 2507 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*