Marden questiona Val sobre CPI do lixo, acusa Zé Maria de receber dinheiro e denuncia Flávio: “Malandro carioca”

Durante a sessão desta terça-feira (11) o vereador Marden Lessa (PSB) mostrou o requerimento para criação de uma Comissão Parlamentar Inquérito (CPI) na Câmara de Madre de Deus e questionou o colega de partido Val Peças que havia antecipado que iria assinar o documento.

A proposta de CPI precisa de 4 assinaturas para apurar denúncias envolvendo o contrato de limpeza urbana no município.

Tá aqui Val, você disse que (que a CPI do) Madre Verão você pensou que era SESP (Secretaria de Serviços Públicos). Então tá aqui pra gente investigar o lixo. E aqui vou apontar Val: eu tenho três dias indo pros mangues de Madre de Deus, inclusive, o prefeito (Dailton Filho) acusou o golpe aí agora na página dele”, disse.

O vereador completa afirmando que após denunciar de manhã a falta de limpeza nos manguezais, o gestor postou que a empresa estava limpando o local.

Durante os três dias que estou fiscalizando Val não está sendo feito limpeza nos mangues e estão faturando”, disse.

Segundo Marden, existem funcionários com a mesma função que recebem salários diferentes na empresa de limpeza urbana.

“Então, eu já tenho indícios, fato determinado e aqui está a minha assinatura, a assinatura do vereador Adailton, ainda não dei a vereadora Jodiane, mas como vossa excelência que não sabia que era o Madre Verão. Deixei o Madre Verão de lado e tá aqui para investigar a SESP, investigar Zé Maria, o secretário mais católico que tem nesta prefeitura”, afirma.

De acordo com Marden, o Secretaria de Serviços Públicos, José Maria, não faz nada sem levar dois terços no bolso.

Ele destaca que quem diz isso são os empresários que recebem restos a pagar e as Despesas de Exercícios Anteriores (DEA).
Tudo aquilo que foi contratado auditoria para investigar a gestão de Jailton e de Jeferson e que não apresentaram resultado, mas pagaram a empresa”, denunciou.

Sem citar o nome, Marden classificou o Secretário Municipal de Infraestrutura, Flávio Augusto, como “malandro carioca”.

O vereador disse que a cidade precisa dar um basta nessas pessoas do Rio de Janeiro que chegam na região pobre e quando deixam o cargo estão ricos.

Todo governo traz um malandrão carioca pra aqui. E aí o carioca empurrou o Caaba e a Inpanv. Essa licitação que estão dizendo que é R$ 3,5 milhões Juscelino e Kikito podem anotar a data de hoje, vai chegar a R$ 17 milhões com os aditivos que vai ter nas obras. Haja vista foi dividido os lotes”, disse.

Siga o Madre sem Média  no Insta, Facebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 98750 – 7370. Nos insira nos seus grupos!

Sobre madresemmedia 2507 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*