Sem receber salários de agosto, médicos restringem atendimento no Hospital Municipal

O corpo clínico do Hospital Dr. Eduardo Ribeiro Bahiana resolveu restringir os atendimentos que não são considerados de urgência e emergência à 0h (meia-noite) de sexta para sábado (27), em Madre de Deus.
Os médicos cobram os pagamentos referentes ao mês de agosto deste ano que ainda não foram realizados pela antiga empresa que prestava serviço ao município.

Médicos que atuam no Hospital de Madre de Deus decidiram restringir os atendimentos após reclamarem da falta de pagamento.

Apesar da ex-secretária de saúde, Stela Souza, reconhecer durante uma entrevista à rádio Madre FM que a prefeitura fez o repasse parcial da divida com a IBDS, a gestão mudou o discurso e diz que não deve a nenhuma empresa.
Diversos pacientes estiveram no hospital na noite de sábado (27) em busca de atendimento entre eles, idosos e uma gestante.

Os gritos de um idosa causou revolta para quem assistiu a cena na unidade de saúde sem saber para quem deveriam recorrer.

O Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), informou que todos os tramites legais foram seguidos, inclusive, aguardando um posicionamento da prefeitura nas últimas 72 horas, mas os médicos não obtiveram retorno.
A estratégia do governo, é minimizar os encargos, responsabilizando a antiga prestadora de serviço pelo calote nos médicos.

Em reserva, médicos relatam que a prefeitura agiu de má fé e que esperam há meses um posicionamento do prefeito Dailton Filho.

Eles contam que o sindicato se reuniu com o vice-prefeito Amilton Pereira, que teria sugerido para categoria acionar o Ministério Público do Trabalho para acelerar o pagamento por parte da prefeitura. Os médicos relatam que o sindimed tomou como surpresa, quando a prefeitura não reconheceu a dívida.

A prefeitura divulgou chamando o movimento de “ilegal” e disse que não deve a nenhuma empresa. No documento, a prefeitura não menciona o termo de comprometimento assinado por representantes do governo para pagar o IBDS, mas o pagamento não foi realizado.

A prefeitura utiliza uma manobra rasteira para frear as críticas à administração que até o momento é apontado como um dos piores governos da curta história política de Madre de Deus.

Publicidade

Sobre madresemmedia 1969 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*