Baianos brilham e conquistam duas medalhas de ouro para o Brasil

A Bahia segue brilhando nos jogos Olímpicos de Tóquio, depois de Ana Marcela ter conquistado a primeira medalha de ouro, na madrugada deste sábado (07), os baianos Hebert Conceição e Isaquias Queiroz subiram no lugar mais alto do pódio e ouviram cantar o hino nacional.

Isaquias conquistou a sua primeira medalha de ouro nos jogos olímpico. No Rio, o baiano conquistou duas medalhas de prata e uma de bronze. Agora em Tóquio foi para o lugar mais algo na prova do C1 1000 metros da canoagem velocidade e dedicou a conquista ao seu ex-treinador Jesus Morlán, que morreu em novembro de 2018, por conta de um tumor no cérebro.

Depois da canoagem foi a vez do boxe. Hebert Conceição. O baiano começou a luta perdendo para o ucraniano Oleksandr Khyzhniak, porém no round final, o lutado brasileiro acertou um golpe firme que nocauteou o adversário.

Com essas duas conquistas, o Brasil agora soma seis ouros, quatro pratas e oito bronzes. Ainda restam as confirmações das medalhas do futebol masculino, boxe com a Bia Ferreira e o vôlei feminino, onde será definido se serão ouro ou prata.

Do Vn

Publicidade

Sobre Redaçã[email protected] Madre sem Média 1723 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*