Mesmo com lote vindo da Índia e CoronaVac a mais, Brasil tem doses para vacinar só 40% de prioritários

A carga que desembarcou no aeroporto de Guarulhos (SP) trouxe, depois de uma semana de espera, 2 milhões de doses da vacina Oxford-AstraZeneca, aprovadas no domingo passado pela Anvisa juntamente com outras 6 milhões de doses da CoronaVac importadas da China — e que já estão sendo aplicadas pelos Estados e municípios em suas campanhas de vacinação.

E, também nesta sexta, a Anvisa deu aval para o uso emergencial de mais 4,8 milhões de doses da CoronaVac, essas rotuladas e embaladas pelo Instituto Butantan em São Paulo.

Com isso, o Brasil passa a contar até agora com 12,8 milhões de doses de vacinas para enfrentar a pandemia.

No entanto, embora a notícia seja de se comemorar, esse montante só dá conta, na prática, de imunizar o equivalente a 40,3% da população definida pelo governo federal como prioritária para a fase inicial da imunização.

Do: BBC

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*