Filha biológica de Flordelis confessa que pagou por morte de Anderson e jogou celulares no mar

Simone dos Santos Rodrigues, filha biológica da deputada federal e pastora Flordelis dos Santos (PSD), confessou, em depoimento, que jogou os celulares da mãe, do irmão Flávio dos Santos e do pastor Anderson do Carmo no mar.

Simone, que é ré no processo que investiga a morte do padrasto, o pastor Anderson, assassinado a tiros em junho de 2019 na frente da casa da família, contou ainda que os aparelhos foram arremessados na Praia de Piratininga, na Região Oceânica de Niterói. De acordo com as investigações, Simone é acusada de ajudar a tentar envenenar o padrasto e líder religioso, o que ela nega.

Ainda no depoimento, Simone admitiu ter dado dinheiro (R$ 5 mil) para sua irmã, Marzy Teixeira, matar Anderson. A motivação do crime seriam as constantes investidas sexuais feitas pelo pastor. O depoimento faz parte da retomada dos interrogatórios dos acusados de envolvimento no assassinato, após o recesso do Judiciário.

Além do dinheiro, Simone contou que pegou o aparelho de Flávio pouco antes da prisão, ainda no enterro do pastor. Os três aparelhos celulares arremessados no mar eram considerados pela polícia como peças-chaves na investigações.

“Eu disse: Marzy me ajuda, estou passando por maus momentos. Eu não tinha um plano, estava desesperada. Depois que fiquei doente, ele ia no meu quarto. Sei que ela ia dar o dinheiro pro Lucas, mas depois que dei o dinheiro não sei o que houve”, confessou.

A acusada negou ainda tenha tido envolvimento com Anderson antes que ele se casasse com a mãe – que, segundo ela, era apaixonada pelo pastor e, por isso, nunca o denunciou.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*