Se vivo estivesse, Bob Marley faria hoje 75 anos

O músico jamaicano Bob Marley, considerado o “rei do reggae”, com mais de 200 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo, faria hoje 6 de fevereiro, 75 anos.  Amplamente conhecido pela sua carreira musical, foi baptizado Robert Nesta Marley. No decorrer dos seus 36 anos de vida também teve um papel activo na política e forte carisma espiritual, tendo sido um dos primeiros jamaicanos a valorizar o seu país além-fronteiras e a divulgar a cultura rastafari, o que lhe valeu a atribuição da Medalha de Paz da ONU em 1978.

Aos 14 anos, Bob deixou a escola para fazer música com um cantor local, Joe Higgs. Começava neste momento um percurso que se tornaria quase religioso para várias gerações de jamaicanos e apreciadores de música reggae.
O seu estilo de vida continua a inspirar novas gerações em todo o mundo e o seu legado permanece vivo através das canções que compõem os milhões de álbuns vendidos. A sua compilação “Legend” bateu recordes na liderança da tabela da Billboard e continua a ser o álbum de reggae mais vendido de sempre. Marley faz parte do Rock n’ Roll Hall of Fame desde 1994.

No mundo digital, Bob Marley é o segundo artista já falecido com mais seguidores nas redes sociais. A título de exemplo fica o registo da sua página oficial no Facebook que é seguida por mais de 74 milhões de fãs.

Bob Marley, morreu em Miami no dia 11 de maio de 1981, há 39 anos atrás. Bob foi enterrado perto da sua terra natal na Jamaica, juntamente com uma das suas guitarras. Hoje, continua a haver em todo o mundo ecos da sua presença política, musical e espiritual.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*