Pancadaria interrompe eleição para presidência da Câmara de Macapá

Um bate-boca seguido por uma pancadaria entre políticos e funcionários suspendeu a eleição para presidente da Câmara de Vereadores de Macapá (AP) nesta quinta-feira (4). O tumulto, que envolveu diversas pessoas, começou com os parlamentares Caetano Bentes (PSC) e Yuri Pelaes (MDB).

Nas imagens, os vereadores aparecem trocando socos e agressões físicas. As divergências iniciaram após o vereador Pastor Didio (PRP) solicitar a suspensão da sessão, mas sem informar os motivos. Yuri Pelaes (MDB) pediu a Caetano Bentes (PSC) para ler o documento, mas ele se negou e começaram a discutir até entrarem em confronto. A confusão acabou após a Polícia Militar intervir junto com a Guarda Municipal.

A sessão ficou interrompida por uma hora e, na sequência, os vereadores voltaram para a mesa. Doze dos 23 parlamentares votaram em Marcelo Dias (PSDB) para presidente e Adrianna Ramos (PR) como vice.

A sessão desta quinta-feira foi a segunda para eleger o presidente da Câmara dos Vereadores de Macapá, pois a primeira, realizada em 25 de janeiro, foi anulada pela Justiça.

Siga o Madre sem Média  no Insta, Facebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 98750 – 7370. Nos insira nos seus grupos!

Sobre madresemmedia 2416 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*