Greve de caminhoneiros pode prejudicar fornecimento de água na Bahia

Embasa pede que população economize.

A greve dos caminhoneiros também pode afetar o fornecimento de água no estado da Bahia. A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) pede que a população do estado economize água porque o bloqueio de carretas nas estradas em todo o país desde a segunda-feira (21), provoca dificuldade de entrega no fornecimento de produtos químicos na companhia.

 

” Por causa da iminente escassez de produtos químicos para a produção de água tratada, a empresa recomenda moderação no consumo de água e priorização de usos. Também, por conta de escassez de combustível nos postos, a empresa está priorizando a realização de serviços de manutenção programados e emergenciais que sejam mais urgentes e inadiáveis”, diz a Empresa em nota.

O fornecimento de água não é o único serviço afetado. A crise desencadeada pela greve de caminhoneiros atingiu em cheio em alguns estabelecimentos, desde a terça-feira (22), não é possível mais encontrar gasolina, álcool, etanol e diesel e, por conta disso, eles tiveram de ser fechados. Nos postos que ainda estão abastecendo, a gasolina é vendida até por R$ 5,50 — até o último final de semana, o preço da gasolina na cidade variada entre R$ 4,63 e R$ 4,69.
O Procon da cidade informou que está fiscalizando os postos e, caso seja comprovada cobrança abusiva, as bombas podem ser lacradas.

Nota Embasa:

“Siga o Madre sem Média, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Fale conosco.

Publicidade

9 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*