Com apoio do PSD, câmara aprova 100% de remanejamento e orçamento de pouco mais de R$ 176 milhões

A Câmara Municipal de Madre de Deus aprovou na terça-feira (11), a Lei Orçamentária Anual (LOA), que estima a receita e fixa a despesa do município em 2022. O orçamento proposto pelo Executivo é de pouco mais de R$ 176 milhões.

A matéria, que ainda precisa ser encaminhada para sanção do prefeito Dailton Filho (PSB), obteve apoio de vereadores do PSD, o que permitiu a aprovação do projeto de lei de forma favorável para o governo. O documento foi aprovado com 100% de remanejamento orçamentário, dando autonomia ao prefeito para retirar recursos de uma secretária para outra.

O presidente da Câmara, Paulinho de Nalva (Republicanos) alinhado com o governo tentava a provação da LOA desde o final do ano passado. Quando os ânimos se exaltaram entre adversários políticos na Casa.

Os três vereadores de oposição, tentaram aprovar uma emenda com 30% de remanejamento, mas não obtiveram sucesso. A modificação foi proposta por Jodane Alves (PTB) e defendida pelos vereadores Adailton do Suape e Marden Lessa (PSB), mas os argumentos não foram suficientes após a articulação governista.

Publicidade

Sobre madresemmedia 1905 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*