Delegada Maria Selma diz que está sendo vítima de calúnia e vingança praticada por colega; “vou processar”

A delegada Maria Selma se pronunciou, nesta quarta-feira (9/9), sobre a suspeita de cometer atos ilícitos. Em seu perfil no Instagram, ela diz que está sendo vítima de uma calúnia criada por uma outra delegada. A ex-chefe do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio não cita o nome da colega, mas trata-se de Carla Ramos – que assina o documento que circula na internet mostrando supostas irregularidades praticadas por Selma -, por vingança.

LEIA MAIS: “Bandido virou mocinho”, diz presidente do Sindpoc após prisão de delegada e policiais civis

“Estou aqui em respeito a vocês, meus 12 mil seguidores, para dizer que essas calúnias foram inventadas por essa delegada, que foi presa recentemente por tortura [está se vingando], e por esses quatro investigadores que eu tirei da delegacia de veículos [Delegacia de Repressão a Furto e Roubo de Veículos – DRFRV], porque estão respondendo, tanto na Corregedoria, quanto na Justiça, por extorsão. Então, gente, eu vou processar todos, e quero dizer que confio na Justiça, porque vai chegar a verdade real”, diz Maria Selma, no vídeo.

Do: Aratu

 

Ver essa foto no Instagram

 

sobre as calúnias.

Uma publicação compartilhada por Maria Selma (@delegada_selma) em

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*