Quem nasceu em junho ou julho já pode fazer o saque dos R$ 500 do FGTS

Trabalhadores que nasceram em junho ou julho e não têm conta na Caixa podem sacar até R$ 500 de cada conta do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) a partir desta sexta-feira (22).
O trabalhador que tiver mais de uma conta poderá sacar até R$ 500 de cada uma, seja ativa (de emprego atual) ou inativa (de empregos antigos).

O saque para os nascidos entre janeiro e maio já havia sido liberado e continua disponível. Quem faz aniversário entre agosto e dezembro ainda terá que esperar (veja o calendário completo mais abaixo), mas todos terão o saque liberado ainda neste ano, antes do Natal.

Quem tem poupança individual na Caixa já recebeu o dinheiro diretamente na poupança. Quem tem conta-corrente no banco pode autorizar o depósito e receberá em até 20 dias.

Valor vai aumentar
Na semana passada, o Senado aprovou a medida provisória (MP) que libera o saque do FGTS. Com isso, a MP só precisa ser assinada pelo presidente Jair Bolsonaro para virar lei.
No Congresso, os parlamentares fizeram algumas mudanças nas regras para saque, mas elas ainda não estão valendo.

A principal delas é que quem tinha até um salário mínimo (R$ 998) na conta do FGTS quando a medida entrou em vigor, em 24 de julho, poderá sacar esse valor todo, em vez de até R$ 500.
Para quem já sacou os R$ 500, a Caixa deve anunciar um novo calendário de saque do restante do dinheiro.

Para quem tinha mais do que um salário mínimo na conta do FGTS em 24 de julho, o saque imediato continuará restrito a até R$ 500 por conta.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*