VAI NA FÉ! Em dia de devoção, baianos e turistas sobem a Colina Sagrada do Bonfim

Publicidade

Foto: Ilustração / Tatiane Azeviche (Ascom/Setur)

Todos os caminhos levam milhares de baianos e turistas, na manhã desta quinta-feira (11/1), ao alto da Colina Sagrada, na Cidade Baixa, em Salvador. Formando uma grande multidão, devotos, simpatizantes e curiosos participam da tradicional festa da Bahia, a famosa Lavagem do Bonfim.

Em meio a manifestações religiosas e profanas, um grande cortejo, como sempre, vai tomar as ruas do Comércio, seguindo até a Basílica do Bonfim. Demonstrações de fé e alegria são esperadas na procissão que, há mais de 200 anos, causa satisfação e arrepios nos adeptos da grande festa.

A Lavagem é parte das comemorações católicas ao Senhor do Bonfim, mas é também um dos maiores símbolos do sincretismo religioso baiano, pois para as religiões de matrizes africanas, Senhor do Bonfim representa um orixá: Oxalá. Por isso, é natural a presença maciça do povo de santo, também, na homenagem.

O CORTEJO

Oito quilômetros separam a Igreja da Conceição (local de concentração e saída do cortejo) da Colina Sagrada. No entanto, a distância parece curta para tamanha animação dos participantes. Baianas em trajes típicos, com potes de flores e água de cheiro, são figuras inseridas neste cenário cultural. No forte calor de Salvador, o conteúdo dos vasos serve para refrescar a cabeça de fiéis, mas não pode faltar, também, para lavar as escadarias da igreja.

Como acontece há alguns anos, integrantes da Basílica vão acompanhar o cortejo. Eles realizam a Caminhada Lavagem de Corpo e Alma, que terá início às 9h, logo após o Ato Ecumênico que acontece em frente a Igreja da Conceição. Durante o percurso, os fiéis carregarão o andor com a imagem do Senhor do Bonfim. Na chegada, o cortejo recebe a bênção do padre Edson Menezes, reitor do Santuário do Senhor do Bonfim.

PALANQUE POLÍTICO

A participação dos figurões políticos é sempre uma certeza no evento. Como 2018 é um ano de eleições, a expectativa é que a festa funcione, mais uma vez, como um grande palanque. O trajeto é percorrido e margeado por uma imensa massa  e a oportunidade é perfeita para os eventuais candidatos fazerem o ‘corpo a corpo’ eleitoral.

Em outubro, o povo vai às urnas e, entre os cargos eletivos, vai votar para decidir quem governará o estado nos próximos quatro anos. o atual goverador da Bahia, Rui Costa (PT), já confirmou sua candidatura à reeleição. O prefeito da capital, ACM Neto (DEM), ainda hesita falar sobre o pleito, mas, até mesmo entre alguns de seus correligionários, o seu nome é dado como certo na disputa. Diante do quadro, a competição deve viver momentos mais acirrados durante as caminhadas dos executivos.

Ilustração / Foto: Tatiane Azeviche (Ascom/Setur)

TURISMO

Desde sempre, a festa atrai não só os filhos da ‘boa terra’, mas encanta visitantes de outros estados brasileiros e de vários cantos do mundo, alavancando o turismo religioso local. “A festa guarda a singularidade da cultura baiana de integrar em suas comemorações o sagrado e o profano, e esse é um dos fatores que mais atrai e encanta os visitantes”, disse o secretário do Turismo do Estado, José Alves.

A data – Ao contrário do que muita gente pensa, a Lavagem do Bonfim não é realizada necessariamente na segunda quinta-feira do mês de janeiro. Assim como muitas festas do calendário religioso brasileiro, a Lavagem tem data móvel. É que a festa católica do Senhor do Bonfim é realizada no segundo domingo após o Dia de Reis, lembrado no último sábado, dia 06 de janeiro.

Assim, a Igreja Católica celebra este ano o padroeiro do coração dos baianos no dia 14. A festa que reúne turistas e baianos, católicos e seguidores do candomblé, tem origem no ritual de limpeza da Igreja Santuário do Senhor do Bonfim, feito com a participação dos escravos, que cantavam e dançavam durante o trabalho feito na quinta-feira antes da festa religiosa.

Do: Aratu Online

 

“Siga o Madre sem Média, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Fale conosco: 71 9 8750 7370“.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*