Após ser flagrado espancando filhas em praia de Salvador, pai minimiza situação; “não sou um monstro”

O que era para ser um dia de lazer, provavelmente, acabou se tornando um trauma para duas menores, no último domingo (1/1), em Salvador. Após se perderem dos responsáveis por suas guardas, enquanto se divertiam na praia de Itapuã, as crianças passaram por um novo drama ao serem encontradas.
Quando retornaram para a companhia dos familiares, ainda assustadas, as meninas, uma de 7 anos e outra de 10, foram brutalmente agredidas pelo pai delas. A cena foi flagrada e filmada por uma testemunha que estava sentada em uma mesa ao lado do grupo.

No vídeo, viralizado no aplicativo WhatsApp, pode ser visto que as crianças recebem fortes chineladas em várias partes do corpo. Uma delas, inclusive, é levantada pelos braços e arremessada ao chão da praia. A cena foi reprovada por várias pessoas que estavam no local.

Um novo vídeo, publicado pelo pai das meninas, começou a circular em grupos, também, do WhatsApp. Ele usou a postagem para assumir que se excedeu no tratamento que deu às filhas e garantiu que é um bom pai.

“Eu errei? Errei! Eu passei do limite? Passei! Mas eu não matei minhas filhas, não […] Minha vida é baseada toda nas minhas filhas […] Eu sou um pai, não sou um monstro, não!”, disse.

Informações do: Aratu On

Siga o Madre sem Média  no Insta, Facebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 98750 – 7370. Nos insira nos seus grupos!

Sobre madresemmedia 2508 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*