Vigilantes fazem manifestação em frente à Câmara de Madre de Deus: “Olê, olê, olê, olá… 30, 30”

Foto: @_Madre sem Média

Vigilantes que trabalham na Prefeitura de Madre de Deus realizaram uma manifestação nesta terça-feira (31). Eles reivindicam adicional de 30% de periculosidade e destacam que essa é uma antiga demanda da categoria.

Durante a manifestação, eles gritam “Olê, olê, olê, olá… 30, 30”, em frente à Câmara de Vereadores. Além disso, eles ergueram uma faixa que ameaçava paralisar as atividades se os 30% de periculosidade não for pago.

O vereador Marden Lessa (PSB) lembrou que foi até o antigo Fina Estampa com o vice-prefeito, Amilton Pereira, ex-presidente do Sindicato, dar a palavra aos vigilantes.

De acordo com Lessa, o grupo político garantiu que seria colocado no projeto encaminhado a Câmara, os cargos de engenheiro do trabalho e médico do trabalho para que os vigilantes tivessem aposentadorias especiais.

“Lá eu dei minha palavra junto com Amilton. Se algo depois daquilo mudou, não me informaram”, disse.

Marden disse que o leão só é o rei da selva porque o elefante não sabe a força e o tamanho que ele tem e que o boi só é abatido no frigorifico pelo mesmo motivo.

A vereadora Jodiane Alves (PTB) afirmou que é preciso se colocar no lugar dos vigilantes. Ela explica que depois de o governo fazer um decreto com redução de despesas, manda uma lei para aumentar o número de secretarias.

“Vocês são donos da administração pública, porque se todo mundo sair ali vocês conseguem conduzir a gestão pública do nosso município”, disse.

Vídeo:

Publicidade

Sobre Redaçã[email protected] Madre sem Média 1723 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*