Marden volta a cobrar Projeto de Lei com a intenção de compra de vacinas contra Covid-19 em Madre de Deus

O vereador Marden Lessa (PSB) disse durante a sessão de terça-feira (13) que fez um ofício solicitando do prefeito de Madre de Deus, Dailton Filho (PSB), que enviasse o Projeto de Lei com a intenção de compra de vacina contra Covid-19 pelo Fundo Nacional dos Municipais e também pelo Consorcio Somar.

Ele destaca que pediu ao gestor para reativar o Consorcio Somar para aumentar o poder de barganha melhor e cai o preço da vacina e lamenta que até tarde de ontem o projeto não havia sido encaminhado à Câmara Vereadores.
Marden ressalta que cobrou muito da gestão a distribuição de cesta básica para moradores da cidade.

“Inclusive, pagamos um preço alto por isso, mas nós não temos problema com isso, quando a gente cobra para o povo. Então eu quero deixar aqui uma dica, que as cestas básicas pode ser feito um novo registro de preço. Tá devendo esse, mas pode fazer um novo pra comprar as cestas e levar, e matar a fome do povo”, disse.

Marden disse que o presidente dos barraqueiros convide um representante da Câmara para participar da construção do projeto voltado para categoria. Ele agradeceu ao presidente Paulinho de Nalva (Republicanos) por ter se colocado à disposição de levantar o parecer para ajudar as comissões. O parlamentar reforça que as entidades organizadas convidem os vereadores para participar da construção de qualquer projeto para quando votar ter a consciência tranquila.

A vereadora Jodiane Alves (PTB) também cobrou do Executivo que o projeto de intenção de compra da vacina seja enviado pra Câmara.
Ela pede a colaboração dos colegas para pedir ao prefeito para assinar a intenção de compra de vacina para o município.

“Então assim, o que eu venho pedir é que o nosso município mesmo que na última das hipóteses Madre de Deus não consiga comprar. Mas que eu veja que no meu município houve a intenção”, completa a vereadora.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*