Vitória joga bem, vence o Bahia e quebra tabu no Barradão

Após três anos, o Vitória voltou a derrotar o Bahia no Barradão. Mesmo com um elenco repleto de garotos, o Leão foi melhor que o rival durante toda a partida e venceu por 1 a 0 pela Copa do Nordeste. O único gol do jogo foi marcado pelo centroavante Samuel. Com o triunfo, o Vitória chega a segunda colocação do Grupo B com seis pontos. Já o Bahia é apenas o quarto do Grupo A, mas pode perder a posição na sequência da rodada. Os quatro primeiros colocados de cada grupo avançam as quartas de final. Clássico truncado Com um time repleto de garotos, o Vitória começou com maior domínio e pressionando o Bahia, mas foi o Tricolor que criou as primeiras chances da partida. Aos 4, Rodriguinho cobrou falta, Juninho testou firme e Lucas Arcanjo defendeu. Aos 9, Rossi arrancou, passou por um defensor e lançou para Gilberto, mas o goleiro Rubro-Negro saiu bem e chegou antes do centroavante. O clássico passou a ficar bastante truncado e com poucas oportunidades para as equipes que apresentavam pouca criatividade. A alternativa foi arriscar em chutes de fora da área. Aos 19, Gilberto finalizou, a bola bateu na zaga e, na sobra, Rodriguinho bateu por cima do gol. Gabriel Santiago respondeu para o Vitória também em finalização de fora da área, mas mandou para fora. O Vitória começou a pressionar a saída de bola do Bahia e a ser mais agressivo na partida. Aos 34, o Leão quase marcou. Após roubada de bola, Vico acionou David, o atacante bateu de fora da área, Douglas defendeu mal, Samuel ia mandando para o gol, mas Patrick de Lucca conseguiu afastar o perigo. Apenas na reta final do primeiro tempo, o Bahia passou a ocupar o campo de ataque do Vitória. Mas com pouca criatividade, o Tricolor trocou passes e pouco conseguiu fazer. O Rubro-Negro também ensaiou uns ataques, mas também não teve êxito. Garotos do Leão decidem O Bahia voltou disposto a ficar mais com a bola, mas foi o Vitória que criou boas oportunidades no retorno do intervalo. Aos 3, Vico recebeu no lado direito, passou por Juninho Capixaba e bateu cruzado para defesa de Douglas. Aos 6, Gabriel Bispo lançou Vico na área, ele dominou mal, mas se recuperou a tempo de fazer o pivô para Gabriel Santiago que finalizou para fora. Na bola parada, o Tricolor criou a sua melhor oportunidade. Aos 10, Rodriguinho cobrou escanteio, Gabriel Novaes desviou e Rossi optou por finalizar de voleio, mas mandou para fora. O Vitória então começou a criar boas chances seguidas de ataque e após tanto pressionar abriu o placar. Aos 12, Samuel recebeu livre na entrada da área, bateu forte de canhota para marcar um belo gol. Após o gol sofrido, o Bahia avançou as linhas e passou a ficar com o controle da bola, o Vitória por sua vez não demonstrou fazer questão de tentar algo além de se defender. Pouco criativo, o Tricolor só chegou com perigo em cruzamentos. Aos 18, Rodriguinho ganhou no alto, mas mandou para fora. Aos 26, Nino paraíba cruzou na medida para Gilberto, mas o centroavante, livre, cabeceou mal e mandou ao lado do gol. O Tricolor continuou com a bola, mas apresentando pouco, não conseguiu furar a defesa do Leão. Aos 43, após cruzamento da direita, Rodriguinho teve duas oportunidades de finalizar na pequena área, mas demorou e zaga cortou. Após se segurar por mais alguns minutos, o Vitória conseguiu os três pontos no clássico.

Do: ogol.com.br

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*