Prefeito Jeferson Andrade divulga medidas de prevenção ao Coronavírus à H1N1

O prefeito Jeferson Andrade (PP) divulgou nesta terça-feira (17), as ações que serão adotadas para prevenção ao Coronavírus no município. Um total de 29 medidas foram apresentadas a comunidade, através de uma live no Facebook.

Dentre os trabalhos, a Bolsa-auxílio no valor de R$ 400,00 para os pacientes diagnosticados com a Covid-19 e H1N1, o projeto precisa da autorização da Câmara Municipal.

Segundo o prefeito, foram seis casos suspeitos, nenhum deles foi confirmado: Um dos casos está sendo analisado pelo Lacen, mas o suspeito deste caso, do Novo Coronavírus, não está mais no município”.

De acordo com o chefe do Executivo, a população deve contribuir com as ações de combate ao Coronavírus e à H1N1. Ele recomenda que a população evite aglomerações e visitas e que precisam de atenção na higiene.

O prefeito destacou que o Coronavírus e H1N1 deixou de ser responsabilidade de representantes políticos e passou a ser “responsabilidade de cada um”.

“Todos nós temos obrigações com nossa saúde individual e coletiva”, completa.

O a divulgação contou com a participação da secretária de Saúde, Naiara Cardoso; coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Jeisa Salles; coordenador de Vigilância Sanitária e Ambiental, Leandro Lima dos Santos; diretora-geral do Hospital Municipal de Madre de Deus, Nathália Bahiense e a médica Letícia Vitor.

Confira todas ações da prefeitura:

Bolsa-auxílio no valor de R$ 400,00 para os pacientes diagnosticados com a Covid-19 e H1N1 (envio de projeto para a Câmara Municipal);

– Proibição de trafego de veículos e embarcações de finalidade turística por 30 dias;

-Suspenção dos ônibus universitários;

-Obrigatoriedade de higienização diária dos veículos de transporte coletivo e disponibilização de álcool em gel para os passageiros;

-Fiscalização do cumprimento da Lei Estadual 13706/2017; que obriga os comércios a disponibilizarem nos balcões álcool em gel;

-Proibição de eventos abertos e confinados com mais de 100 pessoas;

-Ampliar a disponibilização de álcool em gel nas escolas;

-Suspensão das atividades do Centro de Convivência do Idoso por 30 dias;

– Fechamento da sala de leitura da biblioteca;

– Aquisição de álcool em gel para o público de projetos sociais (Bolsa-Família e Madre Social)

-Suspenção parcial do serviço 24h, mantendo apenas para pessoas com dificuldade de locomoção (cadeirante e idosos) até 19h;

-Utilização das Tagarelas com informações de prevenção;

-Utilização dos Painéis de Led com informações de prevenção;

– Intensificar a utilização das redes sociais para divulgar ações de prevenção;

– Realização de panfletagem com informativos em pontos estratégicos na cidade;

– Lei de Assistência ao vitimado em Isolamento domiciliado (400,00/ Se for vulnerável);

-Não concessão de ônibus e prédios públicos para eventos religiosos, esportivos e afins por 30 dias;

-Liberação dos Funcionários acima de 65 anos e gestantes para trabalhar pelo domicílio, excetuando profissionais da área de saúde, segurança e primeiro escalão;

-Mutirão de visitas domiciliares PSF´s para os públicos de risco, idosos, gestantes e imunodeprimidos;

-Restringir a oferta de transporte a condução de pacientes TFD para Salvador;

-Verificar a possibilidade de ampliação da cobertura vacinal para outros públicos;

-Suspensão de diárias de funcionários em eventos e congressos fora do município;

-Suspensão das atividades do Mexa-se;

– Suspensão da Feira Livre;

-Mudança de fluxo no Hospital Municipal, transferindo o ambulatório para o Centro de Convivência do Idoso. Pacientes com síndrome gripal serão atendidos no ambulatório;

-Suspender ações de grupo CTI, CRAS e do CAPS;

-Suspensão de inscrição presencial de qualquer programa público (somente pela internet);

-Suspenção das férias e licenças-prêmio dos profissionais de saúde e segurança;

– Verificação da necessidade de ampliação da cobertura vacinal.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*