Centenas de candidatos dormem na fila para garantir vaga em curso técnico calçadista em Madre de Deus

Centenas de candidatos em busca de uma oportunidade de emprego dormiram em fila, de segunda (2) para esta terça-feira (3), em frente ao Ginásio Poliesportivo, na Área de Lazer em Madre de Deus.

Os moradores estão em busca de uma das 200 vagas para o curso preparatório de operador de calçado exigido pelas empresas, que foi divulgado ontem pela prefeitura.

A promessa é suficiente para gerar esperança em quem aguarda por trabalho.

amanheceu apresentando oportunidades que podem garantir a entrada no mercado de trabalho numa das empresas calçadistas que irão se instalar no município a partir de janeiro do próximo ano.

Pensando nisso que os interessados chegaram ainda na noite desta segunda-feira (2) ao Ginásio de Esportes da cidade e dormiram na fila na esperança de conseguir uma
Já nas primeiras horas da manhã de hoje (3), cerca de 300 pessoas já formavam uma grande fila que ia desde o portão do ginásio até a entrada principal do estádio.

É o caso da estudante Paloma Paixão da Silva, que conta que busca por mais um curso para a sua qualificação profissional. Atualmente, ela faz curso técnico de Enfermagem na Escola Técnica Anjo Gabriel, em Simões Filho.

De acordo com o prefeito Jeferson Andrade, os cursos serão aplicados pelo SENAI em parceria com técnicos das empresas que estarão no município para auxiliar nesse processo, e Prefeitura Municipal. A lista com o nome dos selecionados será divulgada na sexta-feira (6) e as aulas já se iniciam na segunda-feira (9), no bairro do Suape nos três turnos: manhã, tarde e noite. A escolha do turno fica a critério do candidato.

As inscrições só poderão ser feitas, presencialmente, no Ginásio de Esportes da cidade em dois dias: terça (3) e quarta (4), das 09 às 12h. Os documentos necessários são: Número de Identificação Social (NIS), para os beneficiados do Bolsa Família, e o Número de Inscrição Cadastral Municipal (NIC).

Aexpectativa da prefeitura é que com A construção dos dois galpões poderão gerar cerca de 600 vagas de emprego.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*