Câmara de Madre de Deus aprova contas do prefeito Jeferson Andrade

Foto @ Madre sem Média

A Câmara Municipal de Madre de Deus aprovou na terça-feira (24) as contas do Prefeito Jeferson Andrade (PP) referentes ao ano de 2017.

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) já havia recomendado a aprovação e a prestação de contas passou por votação no plenário.

Apesar de terem entrado em tramitação com parecer favorável das comissões, as contas da administração de Andrade passaram por discussão entre os vereadores, uma vez que receberam ressalva do TCM sobre a duplicidade de pagamentos de salários.

Durante a discussão, o vereador Kikito Tourinho (PPS) disse que os técnicos do Tribunal de Contas “erraram” em dar o parecer favorável ao chefe do poder Executivo após afirmar que o prefeito tem quatro pedidos de afastamento na justiça. Segundo ele, o TCM deveria aprovar ou reprovar as contas e justifica que não deveriam “jogar” a responsabilidade para os vereadores.

“O Tribunal de Contas pra mim peca, não só em Madre de Deus, mas em todos municípios no Brasil. Não é possível que tantas irregularidades que se tem ali, e, ainda vai e aprova com ressalva. Ou seja, ele aprova ou não aprova, negocio de ficar no meio em cima do muro, tem que cair e se arrebentar”, reclama.

O parlamentar Anselmo Duarte (DEM) rebateu Kikito, apontando que o poder Legislativo não tem capacidade técnica para avaliar ou desqualificar o órgão. Ele acrescenta que se o prefeito tem pedidos de afastamento, cabe justiça julgar.

“Aqui não diz que tem nenhuma irregularidade, e quero dizer que é um direito de vossas excelências dizer um sim ou dizer um não. Dizer um sim a favor das contas do prefeito e dizer um não. Entendo o papel de vossas excelências, vereadores de oposição”, afirma.

O edil afirmou que está na Casa para fiscalizar e também ser a favor de quem merece.

[email protected] sem Média

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*