Vereadores da base retificam termo aditivo do Consórcio Somar

Os vereadores da base governista aprovaram na terça-feira (28) o projeto que modifica parcialmente a lei que instituiu o primeiro termo aditivo do Consórcio Somar (parceria entre Madre de Deus, São Francisco do Conde, Candeias e São Sebastião do Passé), readequando o texto para redução de despesas.

O projeto que retifica os valores no Consórcio Somar foi aprovado pelos vereadores Anselmo Duarte (DEM), Renato de Martins (PSD), Joyce Lima (PRB), Cláudia Copque (PSB), Pastor Melk (PPS) e Marden Lessa (PCdoB) e depois será sancionado pelo prefeito Jeferson Andrade (PP).

Durante a discussão, Marden lembrou que a Casa ainda não tem um líder do governo, e que, inicialmente teve dúvidas sobre o projeto, apontando que o Legislativo precisa deste interlocutor. Ele destacou ainda a importância da aprovação do projeto que visa reduzir custos do poder Executivo. A oposição não compareceu à sessão.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*