Padrasto suspeito de abusar e matar criança de dois anos é morto por facção

O padrasto da garotinha de dois anos que morreu após sofrer abuso sexual dentro de casa, no bairro de Vila Canária, em Salvador, foi morto por uma facção criminosa nesta segunda-feira (21).
Leitores encaminharam fotos e vídeos do suspeito antes de ser executado. A polícia ainda não confirma.

O assassinato da criança foi registrado na noite de domingo (20). De acordo com a polícia, a menina chegou a ser socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Marcos, mas não resistiu.
A morte foi confirmada às 23h, segundo o boletim de ocorrência.

Veja o vídeo:

Publicidade

10 Comentários

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*