Contra uso de Deus em campanha, evangélicos discordam de apoio a Bolsonaro

“Nossa indignação contra a pretensão de haver um governo exercido em nome de Deus, bem como contra toda aspiração autoritária e antidemocrática”, diz um dos trechos do documento

Foto: Reprodução/ YouTube

Líderes evangélicos reagiram ao movimento dos neopentecostais da Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil, que declararam apoio à candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República, e emitiram uma carta pregando o Estado laico.

Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo, 88 teólogos e reverendos presbiterianos, batistas e de outros troncos da religião lançaram manifesto contra o uso de Deus em campanhas.

“Nossa indignação contra a pretensão de haver um governo exercido em nome de Deus, bem como contra toda aspiração autoritária e antidemocrática […] O nome de Deus não pode ser usado em vão, ainda mais para fins políticos”, diz um dos trechos do documento.

Do: Bahia.Ba

Publicidade

10 Comentário

  1. Se com esse que ta mostrando que tem princípios de cristão, foi batizado nas águas do Jordão e quer manter a base cristã no país ta difícil reverter a podridão!

    Imagine com o que não respeitam a palavra, querem acabar
    Com os principios apoiando a desconstrução da família e ideologia de genero e proibiu a bíblia nas escolas no seu governo ?

    Quero chamar quem não apoia ele de cego. Pra não chamar de acéfalo.

    #Bolsonaro17

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*