Polícia apreende menor suspeito de estuprar e matar garota de 10 anos em Camaçari

Segundo a polícia, os pais do adolescente também estavam no carro quando os policias abordaram o veículo.

Publicidade

Um adolescente de 17 anos foi apreendido na noite deste sábado (19), suspeito de ser o responsável pela morte da garota Milena Alves de 10 anos, na quinta-feira (17) em Camaçari, região metropolitana de Salvador. A vítima foi encontrada pela própria mãe dentro da casa onde moravam, com sinais de violência sexual e estrangulamento. Laudos de exames de corpo de delito  comprovaram o abuso.
O menor J.S.S, de 17 anos, foi apreendido durante rondas da polícia no município de Mata de São João. Os policiais avistaram um veículo modelo Gol, em atitude suspeita. Quando foram abordados, o menor confessou aos PM’s ter sido o autor do estupro seguido de morte da menina Milena Alves de 10 anos, no bairro da Gleba A, em Camaçari.
Os pais do adolescente também estavam no carro quando os policias abordaram o veículo. O casal afirmou ser os pais do autor do homicídio. Segundo os policias, eles relataram que estavam temerosos pela apresentação por livre e espontânea vontade.
Os três foram conduzidos para a Delegacia Territorial do município, onde já está sendo adotadas as medidas cabíveis. O homicida será apresentado a imprensa nesta segunda-feira (21).

O menor J.S.S, de 17 anos, foi apreendido durante ronda da polícia no município de mata de São João.

“Siga o Madre sem Média, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Fale conosco.

10 Comentário

  1. Esse aí nao é de menor porque ele já vota,ele tem que pagar pelo oque ele fez esse bicho,usar uma criança e tirar a vida de uma inocente.

  2. Só tem um jeito para ele, colocar no meio dos piores dentro da cadeira. e lascarem ele em banda. Para fofa o buraco, no mínimo 30 elementos ainda é pouco durante toda um noite sem parar. Um saindo e outro entrando até ele desmaiar, e por fim, deixar que os presos decidam o que fazer com ele. Essa desgraça! Só falta os filhos da puda da Secretaria dos Direitos Humanos, dizerem que ele é vítima da sociedade.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*