Secretária de Madre de Deus é alvo de criticas na Câmara de Vereadores

O vereador Val Peças (PSB) reclamou que não vai ficar no púlpito mentindo. Ele explica que se recebeu a informação de que o medicamento vai chegar em determinada data, é necessário que realmente chegue no período que foi anunciado.

“Não é pra eu chegar aqui dizer que vai chegar amanhã, passar a informação neste púlpito aqui para população e não chegar. Eu também não aceito, eu não sou hipócrita, eu não sou subserviente”, disse Val, sem citar o nome da secretária municipal de saúde, Stela Souza, que teria informado para ele que o remédio iria chegar na semana passada.

Depois ele pondera, afirmando que acredita na gestão do prefeito Dailton Filho (PSB), destacando o período que está no grupo político.

A vereadora Jodiane Alves (PTB) também solicitou da secretária de saúde mais empenho. Ele pontua que quando cobra na Câmara é que a comunidade não aguenta mais.

“Quando chega no ouvido do vereador é porque a comunidade já gritou por todos os caminhos”, disse Jodiane quando cobrou os remédios na Câmara.

No mesmo dia, a prefeitura divulgou um vídeo informando que mais 172 mil unidades de remédios haviam chegado na Farmácia Básica, mas não informa quais medicamentos chegaram.

Alguns moradores que fazem uso continuo de medicamentos utilizaram a rádio local para reclamar que não chegaram determinados remédios de uso contínuo na farmácia básica.

Publicidade

2 Comentários

  1. Bom dia .
    Faltou medicamento básico como dipona, clonazepan que já tem algum tempo que falta na farmácia e outros que fazem parte da composição, como atenalol entres outros .
    Já estamos algum tempo sem o essencial, como os medicamentos do CAPS E DD PRESSÃO ARTERIAL.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*