Após decreto de restrições, Madre de Deus registra fila em supermercado

Após os decretos de restrições divulgados pelo governo da Bahia e pela prefeitura de Madre de Deus, consumidores formaram fila em um supermercado da cidade para garantir alimentos.

As atividades comerciais consideradas essenciais adotaram medidas para evitar aglomerações nos estabelecimentos, limitando a entrada dos consumidores.

De acordo com o texto publicado pela prefeitura, farmácias, mercados, padarias e posto de combustível estão funcionando até às 19h30.

Apesar disso, quem passou pela Rua Deraldo Araujo Bento na manhã dessa quinta-feira (4) presenciou fila e aglomeração em frente ao maior supermercado da cidade.

Dias depois das medidas serem divulgadas, comerciantes de atividades consideradas não essenciais usaram as redes sociais para reclamar que as restrições provocam prejuízos financeiros a categoria. Um deles fez um post apontando que o problema das restrições é não saber quando as atividades serão normalizadas na região.

“Aqui na cidade, por exemplo, os pacotes de medidas já chegam prontos na mesa de debate. Montam reuniões para registrar fotos com os representantes das entidades como se eles tivessem participado ativamente das medidas. Mas sabemos que não”, diz um trecho da publicação.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*