Prefeito de Madre de Deus decreta estado de calamidade pública

Após confirmações de casos de coronavírus em Madre de Deus, o prefeito Jailton Polícia (PTB), decretou estado de calamidade pública. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM), nesta segunda-feira (11).

O decreto, que tem prazo de 30 dias, foi declarado “em razão do aumento de casos de contágio pelo novo corona vírus (COVID‐19) no estado da Bahia e do iminente risco de contágio da população madredeusense.

Na última terça-feira (5), Jailton havia revogado o decreto, com a justificativa de que o município não preenchia “os requisitos legais que exigem, neste caso, quando a situação de prejuízo da pandemia COVID-19, já estiver instalada”.

Além do decreto, novas medidas restritivas passaram a valer no município.Entre as mudanças está o fechamento da divisa do município e a ampliação da barreira sanitária para 24 horas.

De acordo com o Poder Executivo, só terão acesso as dependências do município os moradores e profissionais que exercem atividades essenciais e veículos oficiais. Além disso, a utilização de máscaras é obrigatória. A prefeitura está distribuindo kits de higiene para os beneficiários dos programas Madre Social e Bolsa Família.

Até o início da noite desta terça (12), o último boletim divulgado pela prefeitura registrou aumentou de 5 (cinco) para 8 (oito), caso confirmado de Covid-19 no município conforme dados do novo Boletim Epidemiológico, divulgado.

Veja abaixo o decreto

decreto (2)

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*