Após discussão com PM em micareta, Kannário vai pagar R$ 9 mil a instituições por desacato a PFEM

Foto: Reprodução/Instagram

O cantor Igor Kannário fechou acordo com a policial militar Tainá Gomes, ficando acertado em audiência de conciliação que cabe a ele o pagamento de R$ 9 mil, ao longo de 30 meses, destinado a instituições de Salvador. O valor é um acordo fechado no âmbito do processo movido pela PM, que acusa o deputado federal de tê-la agredido verbalmente durante Micareta de Feira de Santana, em 2017.

Na audiência que aconteceu nesta terça-feira (17), na 8ª Vara Criminal de Salvador, o juiz Álvaro Marques de Freitas Filho, em razão do êxito na conciliação, arquivou a ação penal. Desta forma, Kannario fica obrigado, a partir do próximo mês, a pagar R$ 300 todos os meses, durante 30 meses, ao Asilo São Lázaro e à Ecoterapia, de forma alternada (um mês deposita para uma e no outro, para outra).

Com informações do Bnews

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*