Família faz apelo para transferir bebê prematuro internado em hospital de Coité

Uma gestante de Coité aguardou mais de 36 horas no Hospital Municipal pela transferência. Ela teve complicações com a gravidez e acabou dando à luz nesta quarta-feira (27).

A família fez diversos apelos para tentar transferir a adolescente de 16 anos da unidade que não dispõe de UTI Neonatal. A família dela não conseguiu encontrar solução e a criança nasceu prematura. Tassila Silva está com oito  meses de gestação e ficou abatida após o parto.

O problema, segundo o hospital, é que a unidade estava aguardando a regulação feita pelo Estado. Os médicos examinam a criança para saber os procedimentos que serão adotados. O bebê mal nasceu e aguarda na fila de transferência.

O caso da adolescente e do filho são semelhantes ao de outros pacientes dos municípios espalhados pela Bahia que morrem na fila de espera.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*