Feriado prolongado lota praia do Bonfim em Madre de Deus

O Fim de semana prolongado lotou praias da cidade ilha no Dia das Crianças.

Praia do Bonfim - Madre de Deus/BA.

A temporada já começou em Madre de Deus. Pelo menos essa era impressão de quem esteve na praia na sexta-feira (12), feriado do Dia das Crianças. O sol forte e o feriado prolongado levaram muita gente à cidade, na região metropolitana de Salvador. A orla ficou lotada, com muitos que optaram por curtir o sol forte no Dia das Crianças.

Durante a manhã e até o final da tarde, foi grande o número de banhistas disputando espaço na faixa de areia. Os ambulantes, aproveitaram o feriado para vender mais. Estimulados pelo início da fase turística. Donos de bares, barraqueiro e restaurantes da cidade também se beneficiaram da movimentação na cidade ilha.

Moradores, turistas, adultos e crianças lotaram praças, praia e equipamentos públicos, aproveitando bem o feriado do Dia das Crianças, do início da orla na praia do corta pé, até o Cação, na entrada da cidade, foi possível ver banhistas.

LAZER

“Com esse feriado em plena sexta-feira, não tivemos dúvida em vir à praia. As crianças adoram o mar, que é um lazer mais em conta. Só vamos voltar para casa no final da tarde”, disse a comerciante Angélica Ferreira, 37, residente no Parque Habitacional Maria Quitéria.

A mãe do pequeno Daniel de três anos, Alda Maria, saiu cedo de casa para levar o filho à praia do Bonfim . “Moramos em Candeias. Sempre que posso trago ele, no fim de semana. A gente conversa com ele e nota o quanto gosta de vir para cá”, disse. 

VENDAS FRACAS

Apesar do sol forte e da grande movimentação de moradores e turistas, alguns ambulantes reclamaram das vendas. “Tem muita gente que mora aqui e já trouxe a cerveja de casa”, declara Maria de Lourdes, lamentando ter vendido apenas pouco mais da metade das cervejas que levou para a praia, apostando no feriado prolongado.

“Como o dia estava bom, sol forte tem muito turista na cidade, pensei que fosse vender tudo”, lamentou a comerciante.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*