Faixas com ameaça ‘Proibido roubar. Se roubar vai morrer’ são espalhadas na Praça Seca

Quem passava pela Praça Seca, na Zona Oeste do Rio, foi surpreendido por mensagens, no mínimo inusitadas, espalhadas pelo bairro. Em algumas vias foram estendidas faixas com a seguinte ameaça: Proibido Roubar. Se Roubar vai morrer. Não é para 1, nem para 2. É para Geral.” A imagem que ilustra a reportagem, por exemplo, foi um registro feito na Rua Barão.

Moradores da região relataram que as faixas teriam sido colocadas por criminosos que atuam no bairro. A Polícia Civil, no entanto, não confirma a informação. O órgão informou que existem inquéritos e processos em curso que “apuram o conflito entre criminosos da milícia e integrantes do tráfico que atuam nas comunidades da região”.

Em resposta, a Polícia Civil disse que este episódio das faixas também é apurado. Os agentes investigam ainda quem são os responsáveis por estender as faixas e o motivo pelo qual fizeram isso — a informação de que bandidos estejam por trás disso não foi descartada. As investigações estão sob os cuidados da delegacia de Campinho, a 28ª DP.

No fim desta tarde, policiais militares foram acionados para a Praça Seca. Imagens em redes mostram PMs retirando as faixas do bairro. A informação foi confirmada pela assessoria da corporação: “policiais do 18º BPM (Jacarepaguá) foram até os locais e removeram as faixas.”

Pelas redes sociais, moradores comentaram episódios de violência na região: “Meu vizinho foi assaltado na (Rua) Marangá com a Florianopolis, tomou tapa na cara foi esculachado na porta da vila. Domingo ele e sua esposa se mudaram.”

Siga o Madre sem Média, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Fale conosco.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*