Prefeito tucano é preso sob acusação de estupro

Araújo é presidente da Câmara Municipal e assumiu a prefeitura de Bariri no início de 2017, após o afastamento do ex-prefeito e seu vice...

Paulo Henrique Barros de Araújo (PSDB), prefeito interino de Bariri, no interior de São Paulo, foi preso sob a acusação de abusar sexualmente de uma menina de oito anos

Paulo Henrique Barros de Araújo (PSDB), prefeito interino da pequena cidade de Bariri (SP), foi preso neste sábado (21) sob a acusação de violência sexual contra uma menina de oito anos.

De acordo com reportagem veiculada pelo SPTV, da Globo, Araújo sequestrou a criança e a levou de carro para uma área isolada e de mata da cidade e, durante este caminho, seu carro teria ficado preso em um buraco. A criança, então, fugiu à pé e pediu socorro. De acordo com a Polícia Militar, o prefeito tucano tentava se esconder na mata quando foi preso.

Araújo é presidente da Câmara Municipal e assumiu a prefeitura de Bariri no início de 2017, após o afastamento do ex-prefeito e seu vice, que foram barrados pela lei Ficha Limpa. A cidade fica a 300 quilô metros da capital paulista.

O prefeito ainda não se pronunciou sobre o caso.

“Siga o Madre sem Média, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Fale conosco: 71 9 8750 7370“.

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*