Bebê de 1 ano e 4 meses morre afogado após cair em balde

Criança brincava nos fundos de casa quando aconteceu a tragédia; caso foi em Luís Eduardo Magalhães.

Pai da criança destruiu balde após acidente (Foto: Müller Nunes/TV Oeste)

Um bebê de um ano e quatro meses morreu afogado após cair em um balde nos fundos de casa, em Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia. Esse é o segundo caso de afogamento de criança no estado em menos de 48 horas. Na quinta-feira (15), um menino de dois anos morreu dentro da piscina de uma creche em Salvador.

A tragédia no oeste da Bahia aconteceu na tarde de sexta-feira (16), no bairro Conquista. De acordo com o delegado Leonardo Mendes, que investiga o caso, avó da criança contou, em depoimento, que a mãe de Alan Gustavo lavava roupa no momento em que tudo aconteceu.

Ela teria saído para atender uma vizinha na porta de casa e, quando retornou, já encontrou a criança de cabeça para baixo, com o corpo dentro do balde, se afogando.

Bebê morreu afogado após cair em balde (Foto: Müller Nunes/TV Oeste)

Alan Gustavo Ferreira da Silva chegou a ser socorrido por familiares. A caminho da Unidade de Pronto Atendimento, ele teve uma parada respiratória. Quando chegou na unidade, os médicos tentaram reanimar o bebê por 20 minutos, mas ele não resistiu. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Barreiras.

Segundo a avó do garoto, o pai ficou revoltado e destruiu o balde onde o filho morreu. A mãe da criança desmaiou várias vezes após a tragédia. Alan Gustavo era o filho caçula do casal e o xodó da família. Para a avó paterna, a mãe do menino não teve culpa.

Criança brincava nos fundos de casa quando caiu em balde (Foto: Müller Nunes/TV Oeste)

Do: G1*

“Siga o Madre sem Média, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Fale conosco: 71 9 8750 7370“.

Publicidade

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*