Vereador de Madre de Deus cobra Instalação do Conselho de Ética da Câmara

O vereador fez o pedido no plenário para denunciar quebra de decorar parlamentar do colega.

Fotos @ Madre sem Média

Publicado dia 02/08/2017 às 06h44min | Atualizado dia 02/08/2017 às 07h09min

Durante a sessão da Câmara de Madre de Deus desta terça-feira (1) o vereador Val Peças (PSL) leu o documento em plenário pedindo a Instalação do Conselho de Ética da Casa.

“Em virtude dos últimos acontecimentos amplamente divulgados pela imprensa e redes sociais, envolvendo integrante desta Casa Legislativa, neste caso, o Vice-Presidente da Mesa Diretora, vereador Anselmo Duarte Ambrozi da Silva fundamentado no que prevê o Artigo 7º do Código de Ética e decoro parlamentar da Câmara de Vereadores […] venho solicitar vossa excelência em regime de urgência, a instalação do Conselho de Ética […]”, solicitou o vereador.

Em outro momento, Val disse que foi feito um acordo na câmara para eleger o “presidente que hoje está prefeito”. Segundo ele, “acordo se faz verbalmente”, mas o que eles fizeram foi “formação de quadrilha”.  Ele ainda comenta que “queria mostrar para Tânia Pitangueira que não se faz política assim”, mencionando sem citar o nome do vereador Anselmo Duarte (DEM), que saiu antes dele    começar a falar.   

De acordo com Vereador Marden Lessa (PC do B), assim que assumiu a gestão, “cumpri na íntegra” o regimento interno.

“Nomeamos todas as comissões, nomeamos todas as procuradorias e inclusive votamos […] e elegemos a vereadora Joyce filha de seu Hélio como presidente do Conselho de Ética desta Casa, só que, coincidentemente ou não, mas uma vez esse documento sumiu no Departamento Jurídico. E nós vamos ter que passar a fazer novamente uma eleição. Então são essas coisas que a comunidade precisa estar sabendo para que não pense que nós estamos escondendo, essa gestão nunca foi, e nunca será uma gestão que não tenha transparecia”.    

O presidente esclareceu que se por acaso o prefeito cair, todos na linha sucessória são da base do governo, inclusive Juscelino Silva (PPS) que é o 1º Secretario da Mesa Diretora Casa, e afirma que “eleição agora só 2020”.    

Ordem do dia     

Na ordem do dia o presidente Marden Lessa (PC do B) apresentou um projeto de resolução na legislatura passada para acabar com recesso de 60 para 30 dias.   

Além disso, o vereadores a provaram a sessão itinerante no Bairro do Suape no dia 15 deste mês.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*