Professores municipais declaram estado de greve; outras categorias podem parar

Após não existir avanço no valor de reajuste salarial, os professores das escolas municipais declaram estado de greve. Com os 4% de aumento, outras categorias vão decidir nesta quinta-feira (19) se vão aderir ao movimento.

“Atualmente, a folha do Magistério municipal já consome mais de 100% dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Além disso, a Prefeitura não só já cumpre o piso salarial da categoria, conforme decisão do Superior Tribunal Federal (STF), mas também assegura uma das melhores remunerações do Brasil para os professores da rede pública”, disse a prefeitura em nota divulgada para a imprensa.

Continuou a nota. “Como decorre da lei, o movimento grevista expõe os professores aos inevitáveis descontos em seus contracheques pelos dias não trabalhados. Por isso, a Prefeitura mantém a postura de negociação, aguardando a sensibilidade da categoria para resolver a situação com serenidade”.

Do lado do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps), Helivaldo Alcântara se manifestou. “Não temos como aceitar uma proposta indecente que zomba de nossa inteligência. A gestão municipal tem feito malabarismo para causar prejuízo à categoria. Não aceitaremos esse tratamento e reagiremos”.

Uma mobilização com os trabalhadores da Prefeitura de Salvador está prevista para esta quinta-feira (19). A categoria reúne-se em assembleia na quadra de esportes do Ginásio dos Bancários, na Ladeira dos Aflitos, centro da capital baiana. Motivados na Campanha Salarial, os servidores devem avaliar um indicativo de paralisação diante da proposta salarial apresentada pela gestão municipal.

Do: Valera Net

Publicidade

Sobre madresemmedia 1946 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*