Traficantes se escondem no fundo de igreja e atacam PMs em São Francisco do Conde

A 10ª Companhia Independente conseguiu êxito em duas ações na noite de sexta-feira (04/06), na cidade de São Francisco do Conde. Foram duas prisões e um auto de resistência.

Na primeira ocorrência, por volta das 21h15, um grupo de traficantes tentou surpreender os policiais militares e levaram a pior, no distrito de Paramirim.

De acordo com a fonte do Informe Baiano, as equipes do 4º Pelotão receberam denúncias de homens armados e foram verificar. Os criminosos, ao perceberam a chegada das guarnições, ficaram escondidos em um matagal no fundo da Igreja Católica. Ainda de acordo com a fonte do IB, quando os policiais observavam o local, os bandidos atiraram.

Em seguida, houve intensa troca de tiros e o grupo correu, mas deixou um comparsa ferido. O homem identificado como Deivisson Florentino, conhecido como Fuê, foi socorrido ao Hospital Municipal de Sao Francisco do Conde, onde foi constatado o óbito. Com ele foram apreendidos um revolver calibre .38, munições, mais de 60 pinos de cocaína e 21 trouxas de maconha.

No B13, apontado como líder do tráfico é localizado
A noite foi finalizada na localidade conhecida como B13, onde um homem identificado como Silvonildo Ferreira dos Santos, o “Nildo”, 41 anos, terminou capturado junto com um comparsa. Ele é apontado como chefe da quadrilha que vende drogas na região.

Conforme a fonte do IB, as guarnições suspeitaram do comportamento da dupla e efetuaram abordagem de rotina, sendo encontrado dezenas de trouxas de maconha, crack e cocaína, além de quantia em moedas. Também foi apreendido um celular. As duas ocorrências foram registradas na 20ª Delegacia Territorial.
Do: Informe Baiano

Publicidade

Sobre Redaçã[email protected] Madre sem Média 1655 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*