“Não me machuque!”, grita ambulante ao ser abordado em terminal; PM aponta desacato

Um vendedor ambulante foi detido por policiais militares, na noite desta quinta-feira, 25, no Terminal de Ônibus Aeroporto, no município de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Por causa do decreto estadual do toque de recolher, está proibida a circulação de pessoas nas ruas da cidade sem justificativa no período entre 20h e 5h, em função da pandemia da Covid-19. O homem disse que estava no local aguardando o último transporte coletivo, fora do horário permitido.

Ele foi abordado e colocado na viatura da Polícia Militar (PM) para ser levado à Central de Flagrantes, na avenida ACM. Uma testemunha gravou a ação, que também acabou sendo levada à delegacia. Conforme registrado em vídeo, ao ser colocado no fundo da viatura, o ambulante questionou: “Eu vou entrar, mas como eu vou embora sem ônibus?”. Ao sentir uma investida mais rígida do PM, o homem gritou: “não me machuque. Não me machuque. Não me machuque!”.

Em resposta ao ocorrido, a Polícia Militar informou que uma viatura da 81ª CIPM foi acionada por meio do Centro Integrado de Comunicação (Cicom) logo após receber informações de um desentendimento entre um vendedor ambulante e um segurança da CCR Metrô.

Assim que chegou ao local, a guarnição tentou diálogo com os envolvidos, mas quando a situação já estava praticamente resolvida, o ambulante teria se alterado ao saber que seria conduzido para a delegacia. Ainda segundo a PM, o homem começou a desacatá-los, insinuando, inclusive, que os policiais iriam colar algo de ilícito no interior do seu carrinho de balas.

A CCR Metrô Bahia, concessionária que administra o modal, confirmou que a ocorrência se deu por desentendimento entre ambulantes no Terminal de Ônibus Aeroporto. Sem detalhar o motivo, a empresa informou que “os agentes de Atendimento e Segurança intervieram e acionaram as autoridades policiais que conduziram o caso”.

Do A tarde

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*