Secretário de serviços públicos é alvo de críticas na Câmara de Madre de Deus

Foto: Madre sem Média

O Secretário de Serviços Públicos, José Maria Nunes foi alvo de críticas na Câmara de Madre de Deus nesta terça-feira (9). Vereadores da base e oposição, chamaram a atenção do agente político sobre a limpeza urbana do município.

O parlamentar André da Limpeza (PSD) cobrou do secretário um serviço de limpeza urbana melhor na cidade.

“Eu costumo dizer o seguinte: a limpeza urbana é o carro chefe de qualquer município. Se ela não vai bem imagine o resto”, disse.

Segundo ele, a limpeza na cidade sempre funcionou como um relógio, quando mudava de empresa os funcionários só trocavam a farda. André parabenizou os trabalhadores pelo esforço, mas destacou que a quantidade de funcionários não é suficiente para deixar a cidade limpa.

O vereador Adailton do Suape (PCdoB) aumentou um pouco mais o tom do discurso: “Como Dailton Filho é o gestor, ele tem obrigação colocar condição de trabalho, gerar emprego”.

Ele afirmou que os secretários de serviços públicos e Infraestrutura devem sair do gabinete.
“Saiam do ar-condicionado e venham pra rua ou Tony, secretário de obras e Zé Maria de serviços públicos, tem que tá todo dia na rua pra ver qual é a necessidade”.

Adailton disse que “Madre de Deus se tornou um grande lixão”. O edil cita o nome de um operador de retroescavadeira e destaca que ele é um dos melhores profissionais nesta área.

“Nós temos uma retroescavadeira parada, ociosa ali oh, no espaço da Sucom e nos temos uma caçamba do PAC. Por que não bota pra poder trabalhar?”, questiona.

O vereador Marden Lessa (PSB) disse que precisa que o secretário Zé Maria arregace as mangas para trabalhar. De forma mais comedida, ele afirmou que se o secretário está com dificuldades deve procurar o prefeito Dailton Filho (PSB) para informar.

O parlamentar questionou quem está contratando os funcionários para limpeza urbana. Segundo ele, Zé Maria não participou da reunião por motivo de força maior e volta afirmar que a cidade precisa que ele arregace as mangas. De acordo com Marden, é preciso ter humildade, caso não entenda do assunto, o responsável pela pasta deve perguntar a quem entende.

“Já fale aqui várias vezes, tá esperando o que prefeito para contratar Henrique, pra consertar a limpeza da cidade. Tá esperando a gente tomar mais e mais porradas aqui?”, questiona e segue que poderia pedir ajuda ao vereador André da Limpeza que se colocou à disposição.

O vereador Renato de Martins (PSD) disse que foi em diversas secretarias e foi bem tratado, mas sem citar nomes, ele disse que estava em uma reunião e foi maltratado por um secretário de fora. Dando a entender que quem o tratou mal foi Zé Maria. Ele conta que o secretário entrou e saiu da sala não o cumprimentou, foi embora ignorando Renato.

“Educação se usa, educação vem de berço. Não tô aqui querendo que ninguém venha ser bonzinho, mas vem pra aqui para o município, vem ganhar o dinheiro do município, trate o povo bem! Se tratando o vereador dessa forma imagine nosso povo”, disse Renato.

O parlamentar Val peças (PSB) disse a base tem que dar as mãos à palmatória com relação a limpeza urbana.

“Uma senhora do Suape me ligou e disse que está com vergonha. E ela lutou bastante para o nosso prefeito está aí hoje. Agora tem que criticar sim, tem muitos abutres que vem de fora só querer levar o que é nosso. E eu não vou aceitar também não, não estou aqui pra ser subserviente”, disse Val sem citar nomes, mas dando a entender que se referiu ao mesmo secretário.

Publicidade

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*