Irã pede explicações ao Brasil sobre nota de apoio aos Estados Unidos

Em nota divulgada pelo Itamaraty na última sexta-feira (3), o órgão deixou a entender que para o governo brasileiro, o general iraniano era um terrorista.

Foto: Reprodução/BandNews

A Chancelaria do Irã procurou o representante do Brasil em Teerã para pedir explicações a diplomacia brasileira sobre o apoio prestado aos Estados Unidos frente aos últimos acontecimentos no Iraque.

De acordo com o jornal ‘O Globo’, a convocação aconteceu no domingo (5), e contou com a presença de Maria Cristina Lopes como representante, já que o embaixador do Brasil naquele país, Rodrigo Azeredo, está de férias.

A reunião foi confirmada pelo Itamaraty ao GLOBO, mas não teve o teor da conversa revelado.

“A conversa, cujo teor é reservado e não será comentado pelo Itamaraty, transcorreu com cordialidade, dentro da usual prática diplomática”, informou o Ministério das Relações Exteriores.

Em nota divulgada pelo Itamaraty na última sexta-feira (3), o órgão condenou o terrorismo e demonstrou, por meio de linguagem diplomática, que para o governo brasileiro, o general iraniano e a própria Guarda Revolucionária poderiam ser classificados como terroristas.

Além do Brasil, Teerã pediu esclarecimentos a representantes de outros países que se manifestaram sobre a questão, como a Alemanha e a Suíça.

Bahia.Ba

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*