Líder de facção é morto em Candeias durante operação da COE

Um homem suspeito de chefiar uma facção criminosa em duas cidades da região metropolitana de Salvador morreu em confronto com policiais, na tarde deste sábado (27).

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), Devanei de Jesus Nascimento,de 30 anos, o “Jack”, foi localizado após denúncia anônima que levou os policiais civis até o bairro Pitanga, durante levantamentos e ações de inteligência para realização de mais uma etapa da operação Conhecer, Operar e Aproximar (COA) em Candeias.

Ainda segundo a secretária, “Jack”, que também era homicida estava na Travessa Alagoas, com seu comparsa Gabriel dos Santos Lisboa, de 22 anos.
Os policiais montaram campana e perseguiram os suspeitos, que reagiram entrando em uma residência, continuaram atirando contra os investigadores.

Na troca de tiros, os dois foram atingidos e foram encaminhados para o Hospital de Candeias, mas a dupla não resistiu.

De acordo com a polícia, “Jack” era suspeito de praticar vários assaltos em Madre de Deus.

Com eles, foram encontrados dois revólveres calibre 38, munições, 160 pedras de crack, 64 porcões de cocaína e uma de maconha.

A facção liderada por “Jack” também atuava em São Francisco do Conde.

“Bom trabalho da COE. Atualmente trabalhamos com o Baralho do Crime, mas temos ainda cerca de outros 100 criminosos elencados como alvos prioritários. São indivíduos envolvidos com diversas práticas criminosas”, explicou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

A ocorrência foi registrada, na Delegacia de Candeias.

Siga o Madre sem Média  no Insta, Facebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 98750 – 7370. Nos insira nos seus grupos!

Sobre madresemmedia 2506 Artigos
A MADRE SEM MÉDIA é um site de notícias da internet que oferece conteúdo online para todo o estado da Bahia, com foco para os municípios de Madre de Deus (sede). São Francisco do Conde, Candeias, São Sebastião do Passé, Santo Amaro, Simões Filho.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*