Operário morre em acidente com sonda de petróleo na RMS

Lucian Nobre Santos, 28, fazia intervenção de limpeza em poço

O operário Lucian Nobre Santos, 28 anos, morreu nesta segunda-feira (27) dentro de uma sonda de petróleo em Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador. De acordo com o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindpetro-BA), Lucian era torrista da empresa Petrorecôncavo e morreu quando fazia intervenção de limpeza em poço terrestre na sonda PR-02, localizada na Estrada do 20 mil, próximo à Estação São Roque.

De acordo com o Sindpetro, Lucian é o terceiro trabalhador do setor que morre este ano em acidentes de trabalho. Lucian, que trabalhava na empresa havia seis anos, será enterrado às 11h desta terça-feira (28) no cemitério Jardim da Saudade, capela F, em Salvador.

O Sindipetro afirmou que, segundo relatório inicial de investigação do acidente, durante a movimentação da coluna de produção, houve rompimento do cabo de aço e consequente queda da catarina – equipamento usado para içamento.

Lucian operava uma espécie de guindaste. A perícia vai confirmar se ele foi atingido pelo cabo que rompeu.

“O empregado da Petrorecôncavo acidentado estava na mesa do torrista, sendo resgatado na própria mesa. A princípio não foi atingido pela catarina, e a hipótese mais provável é que o mesmo tenha sido atingido pelo cabo de aço rompido. Após o ocorrido, uma ambulância foi acionada com equipe de resgate, que constatou o óbito no local. Todas as sondas da Petrorecôncavo tiveram suas operações interrompidas preventivamente”, afirmou o Sindpetro, em nota.

Já a Petrorecôncavo informou, por meio de nota, que Lucian foi socorrido imediatamente e conduzido ao Hospital Municipal de Mata de São João, porém não resistiu aos ferimentos e morreu (confira abaixo nota na íntegra).

Segundo o site da empresa, operadora privada de petróleo na Bahia iniciou suas atividades em fevereiro de 2000 e é, atualmente, “a maior operadora independente de exploração e produção de petróleo e gás (setor E&P) onshore do Brasil”.

São 17 campos operados pela Petrorecôncavo – todas localizados na Bacia do Recôncavo baiano. Através do contrato de produção 12 dos 17 campos de concessão pertencem à Petrobras e o petróleo e o gás natural extraídos são entregues à empresa. O contrato tem previsão de vencimento em 2025 – e pode ser renovado por 27 anos.

Nota da empresa Petrorecôncavo:
“A Petrorecôncavo comunica, com profundo pesar, o falecimento nesta madrugada do colaborador Lucian Nobre Santos, 28 anos, que trabalhava na empresa há quase seis anos, vítima de acidente de trabalho na sonda SPT-PR-02 que operava no campo Remanso, localizado no município de Mata de São João, Bahia. Ele foi socorrido imediatamente e conduzido ao Hospital Municipal de Mata de São João, porém não resistiu aos ferimentos e faleceu.

A Petrorecôncavo emitiu a CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) e está prestando toda a assistência à família neste momento de dor irreparável.

As causas do acidente ainda estão sendo apuradas. O velório e o sepultamento serão realizados nesta terça-feira (28/8) a partir das 8h no cemitério Jardim da Saudade em Salvador”.

Do: Correio

Siga o Madre sem Média, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Fale conosco.

Publicidade

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*